quarta-feira, 21 de junho de 2017

Membros do IHGM são homenageados pela BPBL nos seus 186 anos



Natalino Salgado recebe o Diploma das mãos do pres, do IHGM
São Luís – O Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão participou ontem(20) à noite das homenagens a 25 autores maranhenses que publicaram livros entre 2016 e 2017.

O IHGM teve como representantes, Natalino Salgado Filho, com o livro “59 anos da Faculdade de Medicina do Maranhão”; José Fernandes, com “A Maçonaria no Maranhão; Edomir Martins com “Sobrevoando uma Vida: 80 anos” e Natinho Fênix com “O gatinho que não sabia miar”.

O evento ocorreu no auditório da Biblioteca Pública Benedito Leite, que comemorou seus 186 anos de fundação e contou com a presença do Secretário de Cultura do Estado, Diego Galdino, entre outros representantes de várias instituições culturais, escritores e leitores. O evento reuniu escritores de várias cidades do Maranhão, entre veteranos e estreantes.

Para a diretora da BPBL, Aline Nascimento, a ideia é integrar cada vez mais novos e conhecidos nomes da literatura maranhense. “Essa aproximação incentiva os escritores a demonstrarem seu talento literário. O mais importante é que continuem a produzir e para isso dispomos do evento que já é tradição na cidade”.

O objetivo é valorizar a produção literária maranhense. Participam do evento escritores de São Luís, Caxias, Icatu, Itapecuru, Viana, Pedreiras, Imperatriz, Bacabal. O evento é aberto ao público e acontecerá no auditório da Biblioteca Pública Benedito Leite, Praça Deodoro, centro de São Luís.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Membros do IHGM serão homenageados na 8.ª edição do Lançamento Coletivo da BPBL



São Luís – Como parte das comemorações dos 186 anos de fundação da Biblioteca Pública Benedito Leite(BPBL), amanhã, terça(20), às 18 horas, será realizada a 8ª edição do (Re)Lançamento Coletivo de Obras Maranhenses, promovida pela Biblioteca Pública. O evento reunirá escritores de várias cidades do Maranhão, entre veteranos e estreantes.

Para a diretora da BPBL, Aline Nascimento, a ideia é integrar cada vez mais novos e conhecidos nomes da literatura maranhense. “Essa aproximação incentiva os escritores a demonstrarem seu talento literário. O mais importante é que continuem a produzir e para isso dispomos do evento que já é tradição na cidade”.

O objetivo é valorizar a produção literária maranhense. Participam do evento escritores de São Luís, Caxias, Icatu, Itapecuru, Viana, Pedreiras, Imperatriz, Bacabal. O evento é aberto ao público e acontecerá no auditório da Biblioteca Pública Benedito Leite, Praça Deodoro, centro de São Luís.

Entre os 25 homenageados, quatro são membros do IHGM e lançaram livros entre 2016 e 2017, são eles: NATALINO SALGADO FILHO, EDOMIR MARTINS DE OLIVEIRA, JOSÉ FERNANDES e NATINHO COSTA FÊNIX.

Escritores Homenageados

ANÍZIA MARIA COSTA NASCIMENTO
A Bruxinha Lenlenzinha e as Cores

ANTONIO AUGUSTO RIBEIRO BRANDÃO
Desafios à Teoria Econômica

CARLOS VINHORTH
Do eu ao outro: um trajeto poético

CARVALHO JÚNIOR
No alto da ladeira de pedra

DÉA ALHADEFF
Os Segredos de uma Jovem Espiã

EDOMIR MARTINS DE OLIVEIRA
Sobrevoando uma vida: Um legado aos 80 anos

ELANY MORAIS
Muitas de mim

FRANCILENE CARDOSO
O negro na biblioteca: mediação da informação para construção da identidade negra

FREI RODRIGO
Alegres na esperança

HERBERT DE JESUS SANTOS
Antes que derramem a lua cheia

JAQUELINE MORAIS
Lili Ffrit e o mundo dos humanos

JOSÉ ALMEIDA
Icatu: Terra de Guaxenduba (1614-2014)

JOSÉ FERNANDES
A Maçonaria no Maranhão

JOSÉ VIEIRA
Contos e Descontos dos Dez Contos da barraca do Pierre

JUCEY SANTANA
Itapecuruenses notáveis

JUNIOR LOPES
Outras Vozes

MARIA CLÉA NUNES
Imaginário, Literatura e Formação do Leitor: O simbolismo na obra de Ana Maria Machado

NATALINO SALGADO FILHO
Faculdade de Medicina do Maranhão: Uma história de 59 anos

NATINHO COSTA FÊNIX 
O gatinho que não sabia miar

PRÊNTECI VELOSO
Um brinde ao perdão

RAIMUNDO MEDEIROS
Donana Jansen e a água encanada

SAMUEL BARRÊTO
Versos Cinzentos

SHARLENE SERRA
Diário Mágico: Um segredo para contar

SILVANA LOURENÇA DE MENESES
Reação

WYBSON CARVALHO
Poesia Reunida


quinta-feira, 15 de junho de 2017

Presidente do IHGM reúne com membro do IHG-Codó


São Luís – Esteve ontem(14) à tarde em visita ao IHGM, o senhor Elias Araújo, membro efetivo do Instituto Histórico e Geográfico de Codó, onde conversou com o presidente do IHGM, professor Euges Lima. Essa primeira reunião teve como objetivo, iniciar um intercâmbio maior entre as duas entidades.

O IHG-Codó está localizado no antigo prédio da Estação Ferroviária, restaurado pelo IPHAN e abriga o Memorial de Codó, atualmente é presidido pela senhora Judite Salazar. Na oportunidade, o presidente do IHGM fez doação de vários números da Revista  para o acervo do IHG codoense e ficou acertado futuros contatos.

Foi cogitado também, a necessidade de realização de um primeiro Colóquio dos IHGs do Maranhão para troca de experiências, intercâmbio e incentivo à fundação de outros congêneres, entre outros objetivos.


sábado, 10 de junho de 2017

Monumentos históricos de São Luís em perigo



São Luís – Nesta semana, constatou-se o furto de mais uma peça dos monumentos de São Luís, dessa vez, a vítima foi a secular estátua de Benedito Leite, inaugurada dois anos após a morte do homenageado, em 1911, localizada na Praça do mesmo nome no Centro e uma das mais antigas da capital.  Teve o livro de bronze que fica no seu pedestal, retirado, restando apenas as marcas.

Esse fato gerou grande repercussão e indignação nas redes sociais, além de várias reportagens na TV, gerando assim a imediata mobilização da polícia na tentativa de resgatar a peça de bronze, antes que fosse tarde demais, como já ocorreu com diversos outros monumentos.

Tem sido recorrente esse tipo de situação com os monumentos históricos de São Luís nos últimos anos, sejam casos de vandalismo, furtos, depredações, abandonos e até mesmo casos onde são retiradas de logradouros por parte do poder público com a justificativa de recuperação/restauração, mas que com o passar do tempo, nunca retornam ao seu local de origem, desaparecendo ou sendo guardados no Museu Histórico da cidade que acreditamos já não ter mais espaço para abrigar tantos bustos e monumentos retirados das praças e avenidas.

Só para citar alguns exemplos mais recentes, temos a estátua de Manoel Beckman, apelidada pelo povo de Roque Santeiro - talvez por alguma semelhança com o protagonista da novela dos anos de 1980, que ficava no centro da antiga rotatória do Bairro do Bequimão, que se encontra desaparecida, a escultura e chafariz da Mãe D’Agua de autoria de Newton Sá, entre outros. Felizmente, nesse caso, o livro de bronze da estátua de Benedito Leite foi encontrado ontem (09) pela polícia.

Preferia cortar a mão que fechar uma escola

Benedito Leite foi uma grande liderança da política maranhense da segunda metade do século XIX e inicio do séc. XX. Nasceu em Rosário no dia 4 de outubro de 1857, formado em Direito pela faculdade do Recife, foi Promotor, Juiz, Deputado Estadual, Deputado Federal, Senador e finalmente Governador. 

Diferente de outros políticos da época e até de hoje, não vinha de família tradicional da política, não herdou base politica e eleitoral, construiu seu próprio caminho. Reestruturou a Biblioteca Publica do Estado que em 1958 passou a se chamar Biblioteca Publica Benedito Leite. 

Preocupado com o acesso ao ensino público básico e sua qualidade, reformou a Instrução Pública, correspondente hoje das Secretarias de Educação e cunhou a celebre frase que esta grifada no livro de bronze furtado e felizmente recuperado: "prefiro cortar a mão a assinar a supressão da escola Normal ou Modelo". Por isso que ele está representado sem uma mão na estátua, para simbolizar sua preocupação com a educação pública maranhense. Este ano, Benedito Leite completará 160 anos de nascimento e quase que seu presente seria o sumiço dessa placa.


sexta-feira, 9 de junho de 2017

Sócio do IHGM recebe comenda





O pesquisador paulista e sócio corresponde do IHGM, Edson Santa do Carmo, membro dos IHGs de São Vicente (SP) e Santos (SP),  foi agraciado no último dia 23 de maio com a comenda Pérsio de Souza Queiroz Filho, entregue pela prestigiosa Associação dos Capacetes de Aço de 32 de São Vicente. “Estou particularmente muito Feliz, é a primeira vez que isto ocorre,” destacou o homenageado. Edson Santana, esteve no IHGM há um ano, quando recebeu pessoalmente o Diploma de Sócio correspondente do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão.